google-site-verification=LG2c6Uo5JYeu7rATOMAuUXbSx-ZwzU-Gcq4-1TwKV6M Comprar Agora 472970020400564 315483866642984
 

Como interpretar textos dramáticos





Olá!


Como interpretar textos dramáticos, como encontrar o "tom" certo da personagem é sempre uma dúvida recorrente dos meus alunos de interpretação e criação da personagem.


Por isso fiz este vídeo com algumas dicas preciosas para você que tem dúvidas sobre isso e não sabe por onde começar.


Neste post, vou falar um pouco sobre as nuances que precisamos criar para dar "colorido" a um texto que está sendo estudado.


Estou falando das modulações que usamos para fugir daquele vício recorrente, que a gente que é do meio costuma chamar de "monocórdio", de "cuspir o texto", de falar as frases usando a mesma entonação.


Textos dramáticos não são fáceis de interpretar. Achar o melhor tom para cada frase, para cada respiração da personagem é um desafio, principalmente para os mais inexperientes.


Não existe uma forma certa ou errada de interpretar, o que existe é a verdade da personagem que é externada pela atriz ou ator que está dando vida a cena.


Transmitir verdade, é a capacidade que alguém, que está atuando em um papel, tem de convencer o espectador de que a cena que ele está assistindo é real.


Quando interpretamos é importante perceber, entender que em um momento de estresse, em uma situação onde uma pessoa vive um determinado tipo de sentimento, de pressão psicológica, a mente não funciona de forma linear. Então, não é como se fosse contada uma história com início meio e fim.


Em uma situação real, os pensamentos vêm em turbilhões, surgem como uma avalanche.


Uma situação de stress pode começar no pico e depois ter nuances diferenciadas alternando momentos de passividade ou calma com novos momentos de tensão e, em alguns casos, até Fúria.


Já em outras ocasiões, as reações começam de forma branda, com nuances desconexas, onde o pico, o ápice da discussão pode acontecer tanto no meio quanto no fim.


É necessário trabalhar todos estes aspectos para conhecer a fundo os sentimentos da personagem, e construir a cena da forma mais verossímil possível, para que o espectador acredite nos sentimentos da personagem.


Essa foi a dica de hoje para ajudar você a encontrar o tom certo da sua personagem. Pratique, leia textos diversos e experimente. A experienciação é a melhor forma de aprendizado para quem que dominar a arte de representar.


E se você ainda não viu os textos para testes de elenco aqui do site, eu sugiro que você dê uma passadinha pelas páginas, tem bastante material de estudos pra você.


MONÓLOGOS 1

MONÓLOGOS 2

DIÁLOGOS


E, se você quer receber mais dicas como essa, se inscreva no site para receber as notificações das novas postagens.


Outra ótima forma de estar por dentro das minha dicas e me seguindo nas redes.


Clica nos links aqui embaixo e não perca nenhuma das minhas dicas que vão fazer você DOMINAR A CENA.


Me segue lá!


Instagram

Facebook

Twitter

Youtube